3 de abril de 2011

botânica



"Flores são interessantes... elas se protegem no primeiro passo, usando a caliptra. Mas proteção não é o bastante porque flores se comportam de modos diferentes: as vezes precisam de alguém para polinizá-las e ouras vezes conseguem ser auto-suficientes e confiantes para realizar isso sozinhas.
Mas o que há em comum entre as flores?
Pergunta difícil de ser analisada de um único ponto.
Cor? Não. 
Formato? Não.
Tamanho? Não.
O que há em comum entre as flores é que elas escolhem o momento certo para se abrir... 
independente do vinho, da conversa, do lugar, da situação... Flores... 
elas conseguem reinventar sua beleza, sua coragem, seu vigor.
Sua paixão."


- Euclides - 







Bilhetinho feito logo após 
uma aula de Melhoramento de Videira, 
onde aprendemos a genética das flores 
e todas as suas partes, 
e em um dia onde o desânimo 
e o silêncio tomou conta de mim.

As pessoas quando nos entende
e sabem a forma de nos levantar 
é outra coisa, né? rs


4 comentários:

Nieves R disse...

Tienes unas fotografias preciosas, con tu permiso seguire visitando tu blog. Un saludo,

Mi ma disse...

A cada dia que passa você fica mais profissional nessa brincadeira de fotos e textos.


A flor que virou fada!

Beijo, beijo

Winny Trindade disse...

Suas fotos são lindas!!!

É bom quando há alguém que sempre consegue nos fazer feliz, mesmo em meio a rotina.

Abraço meu.

SâMaRa PâMeLa disse...

Aff. Amiga ! Tudo muito lindo!
um tanto enorme de inspiração!
Uma combinação perfeita vocês dois!